Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

David Harvey: “O capital não resolve as crises” - Entrevista com David Harvey

Em entrevista à Folha de S.Paulo, publicada no domingo (26), o geógrafo David Harvey que participa de debates em São Paulo e no Rio para o lançamento de seu livro "O Enigma do Capital" fala sobre a crise econômica mundial e a ineficácia das medidas de arrocho adotadas por países como a Grécia para tentar superá-la. “Quem está perdendo até agora é o povo. Há uma transferência de riqueza do povo para os bancos”, afirma.
Professor de antropologia da Universidade da Cidade de Nova York, ele fala da ascensão do pensamento de direita e espera a emergência mais sólida de movimentos contra a desigualdade. Ele defende a saída da Grécia do euro e que o país declare moratória.
Apesar de não compartilhar de todas as opiniões emitidas por Harvey, o Portal Vermelho publica o texto na íntegra, acreditando que algumas de suas opiniões são úteis ao debate de ideias. 
Folha: Como você analisa a crise atual? David Harvey: As crises não são acidentes, mas fundamentais para o funcionamento do siste…

Saiba quem são os líderes da Al-Qaeda após a morte de Bin Laden

Imagem
Após os ataques de 11 de Setembro de 2001, os Estados Unidos divulgaram uma lista de supostos líderes da Al-Qaeda. Desde então, muitos já foram capturados ou mortos, como o principal nome da organização, Osama bin Laden, que morreu com um tiro na cabeça neste domingo. Veja os principais líderes da Al-Qaeda após a morte de Bin Laden: Ayman al-Zawahiri O egípcio Ayman al-Zawahiri, um cirurgião oftalmologista que ajudou a fundar o grupo militante Jihad Islâmica Egípcia, deve tomar o lugar de Osama bin Laden como líder máximo da Al-Qaeda. Ele já era o ideólogo-chefe da organização, e alguns especialistas acreditavam que ele fosse o "cérebro operacional" por trás dos atentados de setembro de 2001. Zawahiri era o número dois da organização, somente atrás de Bin Laden, na lista com 22 "terroristas mais procurados" anunciada pelo governo americano em 2001. Os Estados Unidos oferecem um prêmio de US$ 25 milhões por sua captura. Foto: Reuters Zawahiri (dir) era o braço direit…