Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Muro segrega pessoas na Palestina.

Às vésperas do Dia da Terra na Palestina, pesquisa revela o impacto negativo do Muro do Apartheid, que priva mais de 50 mil moradores de Jerusalém de morar na cidade
Um relatório de monitoramento divulgado pelo Escritório Central de Estatísticas, na quinta-feira (28), às vésperas do Dia da Terra, revela a lista de violações israelenses contra o povo palestino e sua terra nos últimos anos.
O relatório apontou que a ocupação israelense, de acordo com a Fundação Almaqdisi, demoliu, de 2000 a 2012, 1.124 edifícios em Jerusalém Oriental, o que resultou no deslocamento de 4.966 civis da cidade, incluindo 2586 crianças e 1.311 mulheres.
A pesquisa apontou também que o total das perdas sofridas pelos palestinos em decorrência das demolições em Jerusalém chegou a três milhões de dólares, e a informação não inclui os gastos que os moradores prejudicados têm com as cobranças financeiras impostas por lei israelense com base no que é chamado de “violação de construção”, considerando as moradias pa…

Negociação de paz entre Colômbia e Farc é adiada até abril.

Imagem
O governo colombiano e as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) adiaram até meados de abril a retomada das negociações de paz em Havana, um processo que busca encerrar o mais longo conflito armado interno no continente americano, segundo comunicado conjunto divulgado neste sábado. O governo do presidente Juan Manuel Santos e as Farc começaram em meados de novembro as primeiras negociações de paz em uma década, um processo repleto de críticas, acusações mútuas e até mesmo ameaças de deixar a mesa de negociação. Ambas as partes, que concluíram em 21 de março uma rodada de negociações sem acordo, haviam planejado retomar o processo na terça-feira, mas agora concordaram em retomar as negociações em meados de abril, de acordo com o comunicado. "Após uma série de reuniões nos dias da Semana Santa, as delegações do governo nacional e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia-Exército Popular concordaram em retomar as negociações na terceira semana de abril", inform…

Estudo mede impacto do conhecimento do professor no desempenho do aluno.

Imagem
Medir o impacto do conhecimento do professor para o desempenho escolar do aluno pode soar, à primeira vista, uma tarefa difícil e sem sentido. Difícil porque os instrumentos para avaliar o quanto um docente conhece a disciplina que leciona são raros e, sem sentido porque, em tese, só ensina determinado assunto quem o conhece. A pesquisadora Raquel Rangel Guimarães, que é estudante do doutorado em Demografia do Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (Cedeplar) na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), porém, percebeu que esse era um fator importante para avaliar o aprendizado dos estudantes brasileiros e encontrou uma maneira de demonstrar isso. Durante mestrado realizado na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, Raquel avaliou quais eram os fatores que, no Brasil, mais contribuíam para o bom desempenho escolar das crianças, medido por avaliações em grande escala. A qualificação do professor apareceu como determinante . O desafio seguinte foi verificar o tamanh…

Coreia do Norte anuncia que está em "estado de guerra" com o Sul.

Imagem
A Coreia do Norte anunciou na noite desta sexta-feira (29/03, já no sábado, segundo o horário local) que entrou em "estado de guerra" e advertiu para um "combate em grande escala" fora da região, através de um comunicado da agência estatal norte-coreana KCNA.
"A partir de agora, as relações Norte-Sul entrarão em estado de guerra e os assuntos que surjam serão tratados de acordo com isso", assinalou o regime através de um anúncio especial publicado na agência estatal.
Agência Efe
O presidente Kim Jong-un já havia pedido a preparação de mísseis para atacar "a qualquer momento".
Por meio de um comunicado, o governo norte-coreano afirmou que "a situação na qual não há nem guerra nem paz na península de Coreia terminou".
As duas Coreias estão tecnicamente em guerra desde o conflito de 1950-53, que terminou com um armistício e não com um tratado de paz.
O documento advertiu ainda para um "combate em grande escala" para além da região…

Como seria o mundo se cada habitante tivesse um carro.

Imagem
Fonte: Canal BBC Brasil Youtube.

Endividada, Eslovênia pode ser próxima vítima da Troika.

Imagem
A Eslovênia poderá ser o próximo país a pedir empréstimos financeiros  para o grupo de credores conhecido como Troika (Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu) para saldar sua dívida soberana. A informação parte da imprensa local.
Há mais de um ano os principais institutos financeiros da ex-república iugoslava ficaram sem condições de conter sozinhos as consequências da forte redução do crédito na Europa. Análises de economistas europeus apontam que os bancos eslovenos, que são em maioria de propriedade pública, possuiriam créditos tóxicos calculados em cerca de sete bilhões de euros.
Segundo um relatório da Comissão Nacional para a Luta a Corrupção na Eslovênia, "os maiores bancos eslovenos teriam concedido na última década enormes valores de créditos, agora considerados como 'podres', que chegariam a quase um quinto (19%) do PIB (Produto Interno Bruto) do pequeno país do leste europeu - o valor total seria de 6,7 bilhões de euros. As di…

Conheça a Troika.

Imagem
Troika é a designação atribuída à equipa composta pelo Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu e Comissão Europeia. Tem origem na palava russa troika, que designa um comité de três membros. Na política, a palavra troika designa uma aliança de três personagens do mesmo nível e poder que se reúnem para a gestão de uma entidade ou para completar uma missão. A troika é assim composta por uma equipa de consultores, analistas e economistas responsáveis pela negociação com os países que solicitam um pedido de resgate financeiro, de forma a consolidar as suas contas públicas. Esta equipa desloca-se aos países e analisa exaustivamente as despesas e receitas dos Estados durante algumas semanas, contando com a colaboração dos vários organismos do Estado e dos partidos da oposição, assim como das ordens profissionais e associações de apoio ao consumidor. Após a análise da troika é elaborado um memorando, onde são apresentadas medidas a executar para estabilizar as contas públicas, o…

Entenda o conflito entre Coreia do Sul e Coreia do Norte.

Imagem
No começo de fevereiro, o país confirmou seu terceiro teste nuclear e disse que ele teve “maior nível” que os anteriores, feitos em 2006 e 2009. No mês anterior, o regime de Kim Jong-un já havia ameaçado realizar esse teste como resposta à resolução tomada pelo Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), que ampliou as sanções ao país comunista como castigo pelo recente lançamento de um foguete de longo alcance. A ação foi qualificada pelo governo norte-coreano como uma medida prática para fazer frente às “hostilidades” dos Estados Unidos, país que há alguns dias o líder norte-coreano chamou de “inimigo jurado” . A ONU classificou isso como uma “ameaça” e abriu a porta para novas sanções. Além dessas, a União Europeia aplicou as suas, que incluem o veto à exportação de certos componentes que possam ser utilizados na fabricação de mísseis. Em resposta, a Coreia do Norte declarou o fim do cessar-fogo com a Coreia do Sul (a guerra entre os dois países nunca acabou de v…

Bolívia anuncia processo contra Chile em Haia para ter acesso ao mar.

Imagem
O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou neste sábado (23/03) que "nos próximos dias" o país irá apresentar na Corte Internacional de Haia um processo contra o Chile para buscar uma restituição da saída soberana ao mar, perdida em uma guerra há 134 anos. O presidente chileno, Sebastían Piñera, respondeu que o "Chile e seu povo defenderão com toda a força da união nacional, a história e a verdade seu território, seu mar, seu céu e também sua soberania".   Efe Evo Morales discursa em La Paz: "unidos com trabalho e esforço, com segurança, em breve voltaremos a ter acesso ao mar"

"Decidi que nos próximos dias uma comissão viajará a Haia para apresentar um processo para retornar ao mar com soberania", disse Morales em seu discurso para lembrar a invasão do território litorâneo boliviano em 1879 e comemorar o Dia do Mar. "Com a força da razão e com o calor da união do povo boliviano, faremos valer perante o mundo nosso direito a ter um acess…

Netanyahu anuncia retomada de relações com Turquia após três anos.

Imagem
O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, informou nesta sexta-feira que o Estado judaico retomou as relações diplomáticas entre os dois países, que estavam em baixo perfil desde 2010. A relação foi prejudicada após a morte de nove turcos em um ataque a um dos barcos da chamada Flotilha da Liberdade, que pretendia levar ajuda humanitária à faixa de Gaza. AFPNavio Mavi Marmara, da Flotilha da Liberdade, foi interceptado em 2010; ataque provocou rompimento entre Israel e Turquia Em comunicado, Netanyahu disse que enviou pedido de desculpas ao presidente turco, Abdullah Gül, pelos erros que levaram à morte dos ativistas e prometeu uma compensação financeira. Mais tarde, o premiê turco, Recep Tayyip Erdogan, disse que a Turquia aceitou o pedido de desculpas. No telefonema, Erdogan disse a Netanyahu que valoriza a "forte amizade de centenas de anos e a cooperação entre as nações turca e judaica", segundo o governo turco. A ligação entre Netanyahu e Erdogan foi confirmada…

Brasil e China fecharão acordo para a troca de moedas.

Imagem
O Brasil e a China vão assinar um acordo para troca de moedas (swap) no valor de R$ 60 bilhões (185 bilhões de iuanes) durante a Cúpula dos Brics, que se realiza nos dias 26 e 27 de março em Durban, na África do Sul. O objetivo da linha é ser usada em momentos de emergência, como ocorreu na crise de 2008 ou na europeia em 2011, quando há uma retração no crédito mundial. O acordo é semelhante ao fechado em 2008 com o Fed. Se a posição do Brasil prevalecer, Rússia, China, Índia e África do Sul devem anunciar a intenção de inaugurar o banco dos Brics em 2014, na próxima reunião de cúpula do grupo. A ideia é que o banco dos Brics tenha capital inicial de US$ 50 bilhões e seja usado para financiar projetos de infraestrutura em países em desenvolvimento. "Alguns bancos multilaterais já estão como a capacidade de empréstimos esgotada para certos tomadores, inclusive dos Brics", disse à Folha uma fonte envolvida nas negociações. O objetivo é que o banco dos Brics tenha uma boa clas…

Entenda a situação em Chipre, a nova vítima da crise europeia.

Imagem
No momento em que o cenário econômico europeu parecia ao menos se estabilizar e caminhar para o início de uma recuperação financeira, surgem novos temores de um colapso do sistema bancário e de uma fuga generalizada de capitais. O mais recente foco de intoxicação vem da porção oriental do mediterrâneo, de uma economia de apenas 17 bilhões de euros, cujo endividamento público alcança a marca dos 145% do PIB. A parte sul da pequena e dividida ilha de Chipre integra a Zona do Euro e sobrevive apenas às custas do setor de turismo e de suas reservas de gás. Até pouco tempo, uma flexível regulação fiscal criava ali um paraíso para investidores da Rússia, o que ajudava a bancar os custos do Estado. Mas as incertezas sobre o bloco europeu fizeram o crédito russo desaparecer e mergulharam o país na falência. O risco de um confisco sobre os depósitos dos correntistas cipriotas apenas agravou ainda mais a situação.  O primeiro pedido de socorro não é novo. Em junho de 2012, Chipre tornou-se o q…

Confisco no Chipre e as veias abertas da velha Europa.

Enquanto o novo Papa, Francisco I, assumia seu novo posto, distribuindo bênçãos e rezando missa, uma nova tsunami de adrenalina invadia as veias abertas do continente europeu. O motivo desta nova e, como as antigas, violenta turbulência a se propagar a partir da Zona do Euro foi a resolução tomada pelos ministros da área financeira, reunidos em Bruxelas durante o fim de semana, sobre a ajuda à combalida banca cipriota. Tão forte foi a agitação que os mesmos ministros realizaram uma vídeo-conferência na segunda-feira (18), para revisar as medidas, enquanto bolsas e ações de banco despencavam, manifestantes tomavam as ruas de Nicósia, a capital da República do Chipre, e correntistas, poupadores e até investidores ameaçavam uma corrida aos bancos na Espanha e na Itália.
Chipre é uma das maiores ilhas do Mediterrâneo, dividida em duas partes: em um terço da ilha, ao norte, existe uma hipotética República Turca de Chipre, na prática ocupada por tropas turcas e só reconhecida pelo governo …

Iraque: onde estão os líderes da invasão uma década depois?

Imagem
Dez anos após o início da invasão no Iraque, os maiores responsáveis pela guerra já não ocupam mais os mesmos cargos da época. O que eles mantêm em comum é a defesa do argumento de que o então presidente, Saddam Hussein dispunha, sim, de armas de destruição em massa. Tal justificativa, usada para a mobilização militar, no entanto, já foi descartada pela maioria dos especialistas e por governos que não concordaram com a invasão.

De março de 2003 até hoje, foram mortas cerca de 174 mil pessoas e ninguém foi julgado pela invasão. Saiba como e onde estão seis dos principais responsáveis pela Guerra no Iraque. 


Wikicommons George W. Bush


Depois de oito anos à frente da Casa Branca, entre 2001 e 2009, George W. Bush voltou ao Texas, seu Estado natal, onde está aposentado. Principal defensor da invasão ao Iraque, Bush forjou a justificativa de que Saddam Hussein tinha armas de destruição em massa para angariar apoio da comunidade internacional em sua jornada.


Ao final de seu segundo mandato, não…