Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

Guerra comercial: visando liderança global, EUA e China não devem recuar.

Imagem
Uma delegação chinesa chega nesta quarta-feira (22) em Washington para discutir com autoridades norte-americanas a respeito das sobretaxas impostas sobre os produtos da China. Os dois países visam a liderança global, mas os membros republicanos do Congresso temem que a guerra comercial de Trump atrapalhe suas candidaturas à reeleição em novembro, especialmente se atingir as empresas dos EUA. Donald Trump e Xi Jinping em Pequim, Novembro de 2017.Fred DUFOUR / AFP O presidente norte-americano Donald Trump afirmou na segunda-feira (20) que não espera muito do diálogo – e ele provavelmente está certo. As negociações com a China devem ter um avanço mínimo após as reuniões desta semana. É a primeira vez em dois meses que representantes das duas nações vão se encontrar para tratar do impasse comercial. Apesar da China ter dito que espera bons resultados, parece que nenhuma das partes está realmente apostando nisso, pois não estão enviando pesos-pesados para essa rodada de conversas. O princip…

As 7 cidades mais populosas do mundo em 2100.

Imagem
Direito de imageTY IMAGES
Image captionSegundo estudo, a cidade de Lagos, na Nigéria, será a mais populosa do mundo em 2100
Nas últimas décadas o mundo viu cidades e regiões metropolitanas ficarem tão grandes a ponto de ultrapassarem alguns países quando se comparam suas populações ou mesmo sua riqueza. Apocalípticas ou distópicas, submersas pelo mar ou cheias de carros voadores… não importa como você imagina os centros urbanos no futuro, mas o certo é que a velocidade com que a população cresce em alguns deles vai mudar a geografia do planeta. Um estudo recente aponta que as regiões metropolitanas que hoje são as mais populosas do mundo não devem permanecer no topo do ranking no ano de 2100. A projeção foi feita pelos pesquisadores Daniel Hoornweg, da Universidade de Ontário, no Canadá, e por Kevin Pope, da Universidade Memorial da Newfoundland, no mesmo país. Tóquio, por exemplo, atualmente é o centro metropolitano mais populoso do mundo, com 36 milhões de habitantes. O estudo aponta…